Matriz de Auto-Avaliação

Caminhos para a Libertação

Material construído colaborativamente pelos treinadores Jacob Gotwals, Jack Lehman, Jim Manske e Jori Manske.

Iniciado em 2008, em um trabalho conjunto durante três anos, criaram essa lista de habilidades e uma mensuração do desenvolvimento em cada uma, de inábil para integrado.

Celebram que tem sido utilizado livremente de diversas maneiras, inclusive para apoiar o processo de certificação do CNVC (cnvc.org), e traduzido para diversos idiomas.

Traduzido pela equipe do Instituto CNV Brasil.

Referência: http://www.radicalcompassion.com/matrix/

IMPORTANTE

Abaixo estão as habilidades com suas respectivas definições. Para acessar a matriz completa, clique aqui.

Esperamos que esse material seja utilizado como suporte para nortear e estimular o desenvolvimento contínuo dos praticantes e multiplicadores da CNV no Brasil.

Instituto CNV Brasil

Presença

Atenção ao que está acontecendo agora. Sem estar perdido em pensamentos, reações emocionais, etc.

Responsabilizar-se pelos seus sentimentos

Viver a partir do conhecimento de que  eu, sozinho, causo minhas emoções - minhas emoções não são causadas por outros

Observação

Notar

(e possivelmente descrever) 

experiências sensoriais e mentais, e diferenciá-las das interpretações que atribuímos a elas

Consciência dos Sentimentos

Capacidade de identificar e experimentar sensações físicas e emocionais

Consciência das Necessidades

Consciência das necessidades (e disposição para honrá-las), as qualidades da vida essenciais, universais e elementais

Reconectando-se consigo e se recuperando da reatividade

Reatividade é a resistência interna àquilo que é. Recuperação é deixar ir essa resistêcia. Reconectar é estar com a sua própria experiência, com presença e compaixão

Auto-aceitação

Aceitar a si e importar-se consigo mesmo de maneira incondicional

Consciência dos Pedidos e fazendo pedidos

Disposição para pedir aquilo que deseja, com abertura à qualquer resposta; desapegado de qualquer resultado particular

Luto

Transformar o sofrimento da perda; abrir mão da resistência ao que é, e estar disposto à permitir que sua experiência flua

Vivendo de maneira interdependente

Viver a partir do conhecimento de que cada individuo está conectado a cada outro indivíduo - cada parte de um sistema afeta cada outra parte 

Respondendo à reatividade dos outros

Responder, em vez de reagir aos outros quando se perceber com emoções intensas que os separam

Gratidão

Encontrar valor, apreciar e aproveitar aquilo que é

Transcendendo os papéis

Consciência de que não somos os papéis que desempenhamos; ter escolha em relação a que papéis adotamos, e como respondemos aos papéis que outros adotam

Empatia

Estar presente com a experiência de outra pessoa, com aceitação condicional dele / dela

Dissolvendo imagens do inimigo

Transcender às percepções de que o outro deve ser punido ou prejudicado

Auto-

expressão

honesta

Se apropriar de sua experiência e estar disposto a expressá-la de maneira autêntica, sem o uso de culpabilizações e críticas

Facilitando a Conexão

Facilitar empatia e honestidade no diálogo, com a intenção de criar conexão

Discernimento

Sabedoria, insight e clareza ao fazer distinções e decisões que servem à vida, sabendo que tem escolha

Paciência

Permanecer presente, com espaço interno, quando outra pessoa está em estresse. Habilidade de estar com suas próprias reações, sem agir a partir delas

Abertura para receber feedback

Receber a perspectiva do outro em relação às suas ações com equanimidade e centramento

Arrependimento benéfico

Reconhecer e aprender com uma oportunidade perdida de atender necessidades, sem culpa, vergonha ou auto-punição

Fluxo para dar e receber de coração aberto

Transformar a mentalidade de escassez em uma mentalidade criativa, contribuindo e recebendo com alegria

Consciência da auto-responsabilidade

(habilidade de responder)

Escolher livremente como respondemos ao que surge na vida, se apropriando de sua parte frente àquilo que acontece. Não se apropriando das partes dos outros, e reconhecendo que as ações de um, influenciam outros